Bolsonaro mente e diz que não houve agressão a jornalistas em Roma

Jair Bolsonaro voltou a mentir, nesta segunda-feira, 8, negando que houve agressão de agentes que faziam sua segurança em Roma contra jornalistas durante um passeio da comitiva na Itália para a reunião do G20.

Em entrevista à Jovem Pan, Bolsonaro foi questionado sobre decisão do ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, que deu dez dias para que ele explique o ocorrido.

Segundo Bolsonaro, o que aconteceu foi um “atrito”. “Depois fiquei sabendo de um atrito que houve – não agressão, não houve soco, pancada, nada -, foi com os carabineiros italianos; que eles, juntamente com o GSI [Gabinete de Segurança Institucional], que faz a minha segurança em qualquer lugar do mundo, tiveram um entrevero… Pessoal da Folha, UOL e Globo”, disse.

“Porque eles começaram a me agredir, mesmo lá de trás, falando coisas absurdas. E quando um tentou se aproximar de mim foi barrado pelos carabineiros, pela polícia italiana. Nada mais além disso. Não vi acontecer nada a não ser uma gritaria lá. Agora querer me responsabilizar por causa disso é uma falta de responsabilidade por parte desses três órgãos de imprensa”, destacou.

Like
Cutir Amei Haha Wow Triste Bravo