Lula cobra investigação sobre tortura contra Rodrigo Pilha na prisão: “pelo fim da punição arbitrária”

O ex-presidente Lula se manifestou nesta sexta-feira (30) pelo Twitter cobrando investigação sobre a denúncia de tortura cometida contra o ativista e preso político Rodrigo Pilha, detido após estender uma faixa chamando Jair Bolsonaro de “genocida”.

Relato divulgado pela Revista Fórum dá conta de que Pilha tem sofrido agressões físicas, além de ser obrigado a dormir no chão no Centro de Detenção Provisória II.

“É urgente apurar as denúncias de violência contra Rodrigo Pilha e punir os agentes responsáveis. Exigimos investigação conforme determinou o CNJ. Pelo fim da punição arbitrária”, escreveu o ex-presidente.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determinou nesta sexta-feira que a Vara de Execução Penal do Distrito Federal investigue as denúncias.

Like
Cutir Amei Haha Wow Triste Bravo