Lula recepciona brasileiros resgatados de Gaza em Brasília

Finalmente, após uma longa viagem, a aeronave presidencial trazendo o grupo de 32 brasileiros resgatados de Gaza pousou no Aeroporto Internacional de Brasília na noite desta segunda-feira (13) às 23h27.

O grupo foi recebido pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, pela primeira-dama Janja da Silva e por autoridades, entre elas, o ministro das Relações exteriores, Mauro Vieira; o ministro da Justiça, Flávio Dino; a ministra da Saúde, Nísia Trindade; o ministro Silvio Almeida, dos Direitos Humanos e o ministro da Secretaria de Comunicação Social, Paulo Pimenta.

Duas crianças, que chegaram com o quadro de desnutrição, tiveram prioridade no desembarque e foram atendidas por equipes de pronto atendimento.

O Secretário Nacional de Justiça  do Ministério da Justiça, Augusto de Arruda Botelho, disse que a Polícia Federal vai agilizar toda a parte documental, os passaportes e a imunização, principalmente para as crianças.

Equipes do Ministério da Saúde vão auxiliar no esquema de vacinação, no acompanhamento psicológico e no que mais precisarem.

Segundo Arruda, o local é adequado e  especializado nesse tipo de atendimento e foi escolhido pelo Governo Federal. “A partir desse momento novas rodadas de conversas serão feitas entre as autoridades brasileiras para identificar as necessidades específicas de cada um”, concluiu.

O grupo ficará alojado na base área de Brasília por 48 horas e está prevista para esta terça-feira (14) uma reunião conjunta do Governo com vários ministérios para tratar da repatriação.

O processo de acolhimento não tem prazo para terminar e o governo informou que irá acompanhá-los o tempo que for necessário para que eles se recuperem da guerra.

O presidente Lula agradeceu o empenho de todos os envolvidos na ação de repatriação.

O voo decolou do Cairo, no Egito na manhã desta segunda-feira (13).

Os brasileiros esperavam há 35 dias pelo cruzamento da fronteira e tiveram a permissão das autoridades de Israel, Gaza e Egito para retornar ao Brasil neste domingo (12). Eles estavam alojados no sul da Faixa de Gaza e estavam recebendo ajuda do governo brasileiro, que forneceu água e alimentos.

No dia 9 de novembro o ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira , anunciou o nome dos brasileiros na lista de autorizados a cruzar a fronteira com o Egito, mas eles tiveram que aguardar a travessia.

 

 

Fonte: Portal Norte

Like
Cutir Amei Haha Wow Triste Bravo