OpenAI deixa China e aquece corrida entre empresas locais de IA

A OpenAI irá encerrar operações na China na próxima terça-feira (9), e saída repentina despertou disputa entre empresas chinesas para ocupar o vácuo repentino no setor de IA. Até o momento, Baidu, Alibaba e Tencent confirmaram já estar entrando no mercado com modelos LLM próprios, inclusive oferecendo descontos para clientes migrarem das APIs da OpenAI para soluções totalmente locais.

O anúncio da saída da OpenAI foi repentino, mas não surpreendente, e está alinhado a outras medidas estadunidenses para boicotar o acesso da China a tecnologias de Inteligência Artificial.

A China tem tradição de promover incentivos à indústria nacional, justamente buscando independência do mercado internacional, e o fim das operações da OpenAI irá, fatalmente, acelerar a criação de soluções 100% chinesas.

Aquecendo a indústria local

No final de março, o governo chinês baniu o uso de processadores Intel e AMD em PCs governamentais, e isso inclui em órgãos oficiais de pesquisa. Em paralelo, a fabricante Intellifusion lançou sua linha Deep Eyes de IA PCs com mais de 48 TOPS de desempenho em IA local.

A OpenAI irá encerrar operações na China na próxima terça-feira (9), e saída repentina despertou disputa entre empresas chinesas para ocupar o vácuo repentino no setor de IA. Até o momento, Baidu, Alibaba e Tencent confirmaram já estar entrando no mercado com modelos LLM próprios, inclusive oferecendo descontos para clientes migrarem das APIs da OpenAI para soluções totalmente locais.

O anúncio da saída da OpenAI foi repentino, mas não surpreendente, e está alinhado a outras medidas estadunidenses para boicotar o acesso da China a tecnologias de Inteligência Artificial.

A China tem tradição de promover incentivos à indústria nacional, justamente buscando independência do mercado internacional, e o fim das operações da OpenAI irá, fatalmente, acelerar a criação de soluções 100% chinesas.

Aquecendo a indústria local

No final de março, o governo chinês baniu o uso de processadores Intel e AMD em PCs governamentais, e isso inclui em órgãos oficiais de pesquisa. Em paralelo, a fabricante Intellifusion lançou sua linha Deep Eyes de IA PCs com mais de 48 TOPS de desempenho em IA local.

Além disso, no início de 2024 a Zhaoxin lançou os primeiro servidores totalmente chineses, e a fabricante Metax lançou primeira GPU chinesa para IA. Dessa forma, a saída repentina da OpenAI da China tem muito mais potencial para ser uma benção e aquecer rapidamente a indústria e pesquisa locais, do que efetivamente atrasar seu desenvolvimento.

 

Além disso, no início de 2024 a Zhaoxin lançou os primeiro servidores totalmente chineses, e a fabricante Metax lançou primeira GPU chinesa para IA. Dessa forma, a saída repentina da OpenAI da China tem muito mais potencial para ser uma benção e aquecer rapidamente a indústria e pesquisa locais, do que efetivamente atrasar seu desenvolvimento.

 

 

Fonte: CanalTech

Like
Cutir Amei Haha Wow Triste Bravo
1